segunda-feira, 27 de abril de 2015

Fred o fotogênico casamenteiro.

Fred, o cara-de-malvado Galaxie 1979. de malvado não tem nada.

Sua beleza tem atraído olhares por todos os lados, seja no posto de gasolina ao passar pelos tarados frentistas , seja na quitanda, padaria e até no açougue do bairro, todos querem uma casquinha dele.

Ultimamente ele tem atraído um nicho de pessoas bem específico e inesperado para um velho lobo do mar: as noivas!. No mês de Março o velho Galaxie teve a honra de levar uma noiva para o abate e no próximo mês de Maio, levará mais uma.

Sendo assim, com a beleza tão aflorada,  ele merecia um curto ensaio sensual.

Solteironas se preparem, o Velho Fred vem por ai!









Atualizações e mais atualizações.

Neste último mês houve uma revolução no funcionamento do Opalão, finalmente estão instalados a Weber 40, Distribuidor HEI, troca dos coxins etc. etc. resultado? PQP$@$##$%@#%@!!!!

Não estou muito inspirado para escrever, mas o desempenho do carro é outro:
aceleração fantástica, força e estabilidade no funcionamento,  tudo muito muito legal, com um desempenho melhor alguns "barulhinhos" do motor ficaram evidentes e creio que dentro de algum tempo terei que parar e fazer este motor. Mas isso vai ficar para outra hora.

Anteontem um pouco stressado com a aparência do Opala, comprei novos pára-choques no Supimpa (www.supimpa.com.br), A qualidade dos pára-choques da marca Wolf são regulares para ruim, mas pára-choque enferrujado é muito feio e o velho marrom não merece.

Em tempo estou rodando bastante com o Galaxie Fred também, a embreagem mostra sinais de desgaste e dentro em breve vai chorar por reparos, mas ainda vou rodar bastante com ele até que isso se faça estritamente necessário.

Chega de papo, vamos as fotos:


Instalação do distribuidor HEI em casa feito por este mesmo que vos escreve.

Distribuidor HEI em foco, pensa em uma solução ótima para Opala, sem bobina sem nada, somente o distribuidor e uma ligação 12V resolve o problema.
 Opalão indo para Oficina do Henrique para instalação da Weber 40, pilotado pelo amigo Luciano Pinho.
 Opalão indo para Oficina do Henrique para instalação da Weber 40, pilotado pelo amigo Luciano Pinho.
 Weber já instalada em testes, faltava ainda o cabo do acelerador e filtro de ar.
 Opalão no estaleiro. Oficina do Henrique , Rudge Ramos - SBC

Weber instalada , regulada, Opala de coração renovado.
 Processo de troca do para-choque traseito, infelizmente não fotografei o dianteiro.
 Ponteiras do escapamento pintadas de preto, estavam enferrujadas também.
 Para-choques novos marca Wolf (ruins).
Opalão na estética.
 Para choques novos, diga xis..
Encontro no bosque em São Caetano do Sul para mostrar a beleza de suas curvas idosas.

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Cavalos ao horizonte

A brincadeira torna-se perigosa quando um amante dos autos antigos não tem nenhuma manutenção a fazer, a imaginação galopa...

No momento estou sem nenhuma manutenção pendente (fora a buzina do Galaxie e do Opala que não funcionam) pensamentos galopantes estão populando minha imaginação, um plano esta traçado, fazer o Opalão alçar voos maiores.

A receita da maldade é bem simples e não espero que vá render tudo isso, mas espero um carro de funcionamento mais estável e esperto após as mudanças.

Mudanças? Vamos as mudanças.

Carburação original DFV 446 vai sair e dar lugar a uma EMPI 40 (cópia da famosa Weber 40 que dominava a cabeça dos rachadores da decada de 70). O coletor de admissão também deverá sair assim como o de escape.
O 6x2 atual com aquecimento vai sair e dar lugar a um sem aquecimento, evitando cozinhar a gasolina na cuba como atualmente ocorre. Tudo na gasolina!

Mais gasolina vai entrar, para queimá-la, um distribuidor importado HEI com bobina integrada é a solução.

Até onde pesquisei não será necessária a mudança da bomba de combustível mecânica pela elétrica, em caso de algum problema será o próximo upgrade necessário.



 Sai o Polêmico DFV 446.
 Entra a famosa e conceituada Weber 40.

 Para melhorar a ignição, Distribuidor HEI.


Veremos as cenas dos próximos capitulos...

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Donos da Rua

Veiculos compactos, leves, que ocupam pouco espaço na cidade, ecologicamente adequados, baixo consumo de combustível, feitos com materiais recicláveis, biodegradáveis....

É O CACETE!!!

Um brinde a conquista da rua, é tudo nosso.



segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Adeus Hepatite, Bem vindo Fred

Muitos, muitos meses depois... Novidades direto da ferrugenlandia.

Eu diria que tentei, fui até onde pude mas como diria um amigo meu alguns carros não te aceitam como dono. A luta foi intensa com a Hepatite mas a gloriosa (e castigada) F100 1972 não quis conversa comigo, de Setembro 2013 a Julho 2014 passeou de guincho mais de 10 vezes, conheceu 3 garagens distintas e nunca me aceitou de fato como seu proprietário.

Como há males que vem para bem, comecei a receber estranhas propostas de compra pela velha caminhonete, algumas de fato bem interessantes e descobri sem querer que existia um mercado sedento por ela.

Despretensiosamente ofereci a mesma na troca por um Galaxie 500 1979 via mercado livre, o amigo se interessou e fui ver o Galaxão, que máquina!, maravilhoso , branco, perfeito, fiquei super empolgado e ao mesmo tempo preocupado em perder minha amarelinha.

No final de semana o amigo veio conhecer a caminhonete, olhou com olhar de repulsa aos seus buracos na lataria, seu motor em péssimo estado de funcionamento, pediu mais dinheiro e não dei, ficou de pensar.

No meio da semana fiquei preocupado, com receio de perder minha amarelinha. Levei ela no auto elétrico com a intenção de finalmente tê-la funcionando a contento. este foi o dia do juizo final.

Final do dia, fui busca-la no auto-elétrico e no caminho para casa, ela ferveu, gritou, esperneou.
sua embreagem urrava, motor fraco, emitindo todo tipo de barulho possivel, Dava para entender a mensagem, ela renegava a seu dono.

Foi quando recebi a ligação do amigo aceitando o negócio, a troca da F100 no Galaxie, a ida da caminhonete embora foi uma experiencia triste e traumática que contarei em outro post.

Segue agora a foto do dia em que ela ferveu e fotos da chegada do grande FRED (explicarei o nome também em outro post).







quinta-feira, 10 de abril de 2014

O Baltazar

Sem muitas novidades no momento, vou recomendar o blog de um amigo meu, Grande LP.

Seus carros são sensacionais e as estórias idem. vale a pena conferir!

http://obaltazar.blogspot.com.br/

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Enfim juntos...



Enfim, após longo e tenebroso período de expectativas, O Opala marrom conheceu sua irmã podre Hepatite.

Lista básica do que foi feito nela até o momento:

- Troca de embreagem
- Troca de cilindro mestre
- Lonas, Tambores, burrinhos, fluidos e tudo mais trocado ou revisado.
- Cabo de vela
- Carburador Weber 460 trocado pelo original do Maverick 4 cilindros Solex H34 com direito a adaptação porca e tudo mais.
- Velas
- Mangueiras do Radiador

Trocando em miúdos, a danadinha esta a caminho de poder ser utilizada normalmente.

A primeira experiência rodando com ela  foi...
Trambulador com muita folga, pedais duros, barulho infernal pela ausência do escapamento, folga na direção, ou seja, maravilhoso!, pela rua os pedaços de sua carroceria podre iam se espalhando enquanto eu acelerava em um percurso de pouco mais de 3 km.

Chega de bla bla bla, vamos as fotos:


video